sexta-feira, 11 de abril de 2008

Eu e o Estado

Local onde trabalho: Palácio Guanabara - Laranjeiras / Rio de Janeiro (RJ)

1) Quando eu tinha 9 anos, fiz um concurso público para o Colégio Pedro II e passei. Pra quem não sabe, o Colégio Pedro II é uma escola pública de referência no Rio de Janeiro, sendo a única instituição federal no país que possui os ensinos fundamental e médio sem vínculos com ensino técnico ou instituições militares. Tenho muito orgulho de ter estudado lá, mas talvez um dia eu faça um post só sobre ele (eu e minhas promessas de post... huahsuhausu)

2) Aos 14 anos, fiz concurso para o ensino técnico e passei. Estudei no CEFET/RJ e me formei em técnico de informática, concomitantemente ao ensino médio no Pedro II.

3) Para que meu diploma do curso técnico tivesse alguma validade, eu deveria ter um estágio no currículo. Realizei meu estágio (remunerado, diga-se de passagem), na própria coordenação de informática do CEFET/RJ.

4) Chegado o momento de “tomar um tino na vida”, prestei vestibular. Fiz para Engenharia de Produção e acabei passando para o... CEFET/RJ. Estou formado desde o final do ano passado.

5) Dentro da faculdade, decidi participar da empresa júnior, a CEFET Jr. Empresas juniores são empresas geridas apenas por estudantes, situadas dentro da faculdade. Então, por mais que nós movimentássemos o dinheiro dos projetos vendidos pela empresa (era uma empresa júnior de consultoria), o CEFET/RJ pagava as contas de luz e telefone da empresa, além de ceder o espaço. Fiquei na CEFET Jr por um ano e meio, sendo que um ano como Diretor de Qualidade, liderando uma equipe de cinco pessoas. A CEFET Jr foi determinante no meu sucesso profissional.

6) No meio da faculdade e não muito certo do “tino na vida” que eu escolhi quando fiz Engenharia de Produção, prestei vestibular pra Filosofia. Passei pra UFRJ. Em 2006/2 eu estava na Engenharia de Produção, na empresa júnior e calouro de Filosofia (não me perguntem como!). Apesar de eu ter feito só um período, foi uma das melhores épocas da minha vida. Fiz vários amigos e arrumei uma namorada (tá, durou um mês e meio... rsrsrsrs)

7) Após a empresa júnior e depois de ter visto que Filosofia era muito bonito mas não me daria dinheiro, fui procurar estágio em uma área diferente da que eu tinha trabalhado (qualidade). Fui, então, pra área de logística, tendo estagiado no Centro de Estudos em Logística por dez meses. O Centro de Estudos em Logística é uma empresa privada vinculada à COPPEAD, que é a escola de pós-graduação da UFRJ para o curso de Administração. Porém, os estagiários eram pagos com fundos de uma fundação da UFRJ, chamada Fundação Coppetec, isto é, dinheiro público.

8) Depois de sair do estágio, me formar e me dar um merecido descanso de dois meses (sim, de novembro do ano passado até janeiro deste ano, eu não fiz nada, nada, nada!), fui procurar um emprego. Fiz um processo seletivo e passei. Adivinhem pra onde era? Sim, para o Governo do Estado do Rio. Trabalho na área de Planejamento há menos de um mês (meu primeiro salário saiu ontem! XD). E, ainda que extra-quadro (pois não sou concursado), sou funcionário público, isto é, tenho matrícula, crachá, contracheque, horário de entrada e saída reais (sem hora extra), folha de ponto, etc, etc, etc...

9) Estou fazendo um curso do Sebrae chamado Empretec, um curso de formação de empreendedores. O curso é intensivo: tem nove dias de duração, de 8:00h às 18:30h, com muitos trabalhos pra casa e emendando sábado e domingo. To no quarto dia de curso hoje, é bem pesado. O curso é reconhecido pela ONU. Preço? Na faixa de uns R$4.000 a R$5.000 por participante. Ah sim, o Estado está bancando (inclusive cedendo estes dias, nos quais eu não estou trabalhando).

10) Minha mãe é funcionária pública municipal, eu sou funcionário público estadual, meu pai é funcionário público federal. Meu irmão e minha irmã estão estudando no Colégio Pedro II.

Não sei quanto a vocês, mas eu estou fazendo valer cada centavo dos meus impostos. Aliás, pague seus impostos em dia, farei bom uso deles! =PP


o/

7 comentários:

Luise disse...

Aaaah. se eu tenho orgulho de conhecer essa família, imagine fazer parte dela?
se bem que me considero da família Dias ou Rosa. sei lá! hahaha



e te dizer... faz uma falta danada aqui!

Bárbara Jovem disse...

Igor... Se todo mundo pensasse como vc... Não diria que o país estaria salvo e sim PERDIDO !!! haeuheuh

Assino embaixo do q a Luh disse... Dessa família eu só sinto orgulho de conhecer !!! Adoro vocês de coração e é aqui que vcs sempre vão estar ^^

Quanto a idéia dos presos... Ouvi uma manicure falando isso só de sacanagem. Prestei atenção, fiquei pensando nisso e formulei um jeito disso funcionar. Q bom que vc concorda cmg ! e AH ! Se conhecer algum deputado gente fina... Me liga !!!

ahhuhauhe

Bjaum Igor, tá de parabéns... Continue usando e abusando do que pode... Eu vou começar a fazer isso agora, hehe... Vai que eu me animo ;P

até o/

ps: sua irmã sumiu ! Postei pra ela no blog, mandei depoimento e ela m respondeu taum fria... =(
To com saudades !!!
Bjuuu

Thiago Borges disse...

Interessante teu currículo!
heheheheeheheh

mas de onde tu tirou essa idéia de fazer filosofia? O.O

E que família hein?
hehehehehehe

abraços

raquel medeiros disse...

Eu sempre estudei em colégio público, na Escola Técnica Federal da Paraíba (atualmente Cefet), estudei Jornalismo na federal daqui (mas vi que não era o que queria e cursei só até o 5 período). Depois as coisas mudaram (ou eu mudei?!)... me formei em publicidade e propaganda numa faculdade particular (não tem o curso na federal) e hoje trabalho numa agência - também particular - de comunicação.

Você é um dos poucos (ou únicos?!) que conheço que faz uso assim, de todas as formas. =D
O importante é que a gente esteja sempre atento a fazer bom uso dos impostos, da forma que pudermos.

* que lugar lindo, esse que você trabalha! :p

=*

MatheusS disse...

Legal ver toda a sua trajetória, fico feliz pelo seu emprego.. eu acabei de me formar também (dez/2007) e não tenho emprego, aff.. minha área é mais complicado, preciso da carteira a oab, mas enfim.. bora estudar né!! haha, abraço!!

Thiago Borges disse...

Te presenteei com um selo pra vc enfeitar seu blog ^^

Abraços Igor

\o\

Yuri Marcel disse...

Blé, apesar de ter passado a vida em colégio particular, o dinheiro pra pagar vinha do Governo tbm ^~^
Eesse ano termino jornalismo na federal daqui
E mais, que as pessoas paguem mesmo os impostos, pq antes de irem pra vc eles passam pela minha mãe q trabalha na Receita Federal ahuHAuhauHUA

o/ Tem um negócio pra ti lá no meu blog